Apoios:

transferir.jpg
43820694_248713309155880_504789902890631
IMG_20181214_181655.jpg
logo_400x400.png
logo.jpg
Imagem3.jpg
ebeb.JPG
Capturar.JPG
images.png
Imagem1.jpg
ABC SAUDE_logo novo.jpg
49459897_2184913991533531_30740439092030
  • White Facebook Icon

26.01.2019    COSTAPE    ETAPA 1a   

Monção - Caminha 47 kms

Video:

Trak:

COSTAPÉ2019: 25.01.2019

 

   Chegou ao fim a ansiedade. Na Gare do Oriente apanhei o Expresso para Monção na companhia do António Carvalho. No transbordo em Braga encontramos os restantes companheiros, António Gonçalves e o Victor Menem. Sete horas de autocarro. Chegamos por volta das 20 horas e começamos a procurar a "Guesthouse Raiano." onde iríamos pernoitar. Caminhando pelas ruas pequenas e cheias de historias, avançamos e reservamos o jantar num restaurante muito acolhedor "Casa Matraquilhos". Já na residencial a D. Odete estava a nossa espera, muito simpática deu nos as chaves dos dois quartos onde rapidamente descarregamos as mochilas e corremos para o restaurante, pois o jantar prometia.
  Mal chegamos à "Casa Matraquilhos" o jantar estava pronto, um belo de um Naco e bem regado com vinho da região. Puro prazer de degustar e saborear. De falar com a D. Anabela que radiava simpatia e nos encheu de todas as maneiras. Mulheres do norte. Um bem-haja. Fica a lembrança do bem receber e que há pessoas que nascem com o dom de dar. Foi um serão muito agradável com muita conversa e risos. Lá fora estava fresco, mesmo muito fresco. Mais uma foto na rua e regressamos à residencial, amanhã a hora de saída é às 7 da matina .
   
Alvorada às 6 da manhã Preparação do corpo e da alma que o dia ia ser longo. Saímos às 7 h para a rua e procuramos um café para o pequeno almoço reforçado, e foi mesmo ali ao lado "Pastelaria O Escondidinho" espectacular, era todo nosso , por simpatia como era de fabrico próprio abri-nos a porta antes da hora. Atestámos. Demos inicio então a esta aventura que começava na Ecovia do Minho e alguns troços da "Grande Rota Travessia da Ribeira Minho" e iniciámos o CosTapé2019.
 Depois de passarmos pela Sra da Cabeça a primeira chegamos à primeira aldeia Lapela, O caminho é espectacular faz-nos sentir a terra o rio e nós como um todo.
Lapela é uma pequena aldeia no norte de Portugal, localizado nas margens do rio Minho, na margem direita. sua população é de 300 habitantes e sua economia baseia-se na agricultura e, pesca água doze e pequeno comércio.
   A Torre da Lapela erguida na vila de Lapela, na margem esquerda do rio Minho, poderá ser o que resta de um antigo castelo, existente já no reinado de D. Afonso Henriques, mas que terá sido demolido por volta de 1709, para os seus materiais serem utilizados nas obras das defesas de Monção.
Resta deste castelo uma torre de planta quadrangular, com 35 metros de altura, com quatro pisos e ostentando as armas de Portugal.

Fomos caminhando a um ritmo certo 4.4/h numa ecovia onde podíamos ir os 4 lado a lado. Passamos na antiga estação da CP de Friestas e imaginávamos como seria à 50/60 e à 100 anos atrás. Campos trabalhados de pequenos talhões com variadas culturas. Uma das que está a revolucionar é a cultura do Kiwi que está em grande expansão. Tudo perfeito para quem é de fora, tranquilidade com som natural das aves, das cascatas e até dos velhos sinos. Assim chegamos a Valença com 20 kms. 

  Chegada a Valença do Minho e Tui aqui tão perto. Campos lindos cores berrantes e uma claridade lúcida de inverno ilumina entre o verde das margens e o azul da água. 

 Chegada a Valença do Minho aproximadamente às 12 horas. Entrada Norte de Valença do Minho. Estava na hora de uma refeição com mais substrato, mas ligeira. 

 Valença do Minho no interior da muralha, no descanso e a comer umas sandes de presunto e umas cervejas e mais algumas calorias extras "Café Portugal". Já com 20k daqui para a frente já não há cansaço, mas vontade. 

 

.Valença. No interior muita beleza não só histórica como arquitectónica. Muitos espanhóis que vem "cá" deixar os euros "deles". Muita vida concentrada entre muralhas. 

Quando estiveres um fim de semana em Valença do Minho, apanha um autocarro ate Monção, bem cedo e regressas na eco-via que é uma das mais bonitas da Europa. São 20k sempre a direito com deslumbrantes paisagens. Sons, cheiros, cores,etc. Chegas a Caminha perto da hora de almoço. Uma riqueza ímpar do Minho.

 Saida de Valença, preparados para uma longa tarde. 

 Sempre uma boa disposição no grupo que ia avançando aos poucos, por vezes falando outras mesmo em silencio. 

 Vila Nova de Cerveira. Vila linda cheia de vida à beira rio, onde a qualidade de vida impera. Muitas gente espanhola que vem usufruir de espaços de lazer magníficos 

 Com o fim do dia torna-se um pouco mais duro pois desde as 7 de manhã a caminhar e tudo indicava que chegava-mos a cima da bitola dos 50 kms.

  Finalmente a chegada 12 horas de caminho rondou os 53 kms. Moídos mas felizes Entramos em Caminha a todo o vapor à procura do "Restaurante Muralha" e alojamento.Merecia-mos um bom jantar e uma cama confortável. O preço da dormida foi gracioso quarto 2 camas 55€ a dividir despesas. O jantar foi mais apurado pois não recusamos nada do que puseram na mesa. Desde agua às garrafas de vinho verde, entradas..do bife à Muralha ao Bacalhau à Muralha. deu pouco mais de 20€ cada. Só faltava ir para a cama descansar que amanhã são quase 30 kms á beira mar.

 

PPimenta

Participantes

Vitor
Pimenta
Gonçalves
Antonio
Transporte, dormidas e refeições

Lisboa - Monção 24€

Casa Matraquilhos:

Monçao (jantar)

comida-caseira.jpg

13€

GuestHause Raiano:

Monçao (dormida)

575755i.JPG

35€

O Muralha; Caminha

(dormida e jantar)

ii,y,yu,yuyu,.JPG

55€

23€

* Despesas das dormidas foram partilhadas.

Galeria 1A

Grande Caminhada de 1.200 kms pela costa Portuguesa

com cheiro a mar!...

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now